Quando fazer o exame oftalmológico infantil?

exame-oftalmologico-infantil

Descubra o momento ideal para seu filho fazer o exame oftalmológico infantil.

Muitos pais tem dúvidas sobre quando levar o filho para um exame oftalmológico, muitas vezes por não perceber os sintomas que a criança apresenta ou simplesmente por não conhecer os exames de rotina.

Nesse artigo, separamos alguns momentos em que é importante você levar seu filho para ser examinado por um oftalmologista.

Primeiro exame de vista

Tudo começa com o famoso “teste do olhinho”. É um exame muito simples, mas extremamente importante. Ele acontece ainda na maternidade e ajuda a identificar precocemente doenças gravíssimas como glaucoma e catarata infantil ou mesmo um tumor ocular.

O “teste do olhinho” deve ser feito pelo oftalmologista ou pelo pediatra nas primeiras semanas de vida da criança. Após esse exame, recomenda-se o retorno ao oftalmologista após 1 ano e em seguida aos 3 anos de idade, para exames de rotina.

Caso o oftalmologista ache necessário, este acompanhamento será feito a cada 6 meses.

Atenção: o “teste do olhinho” não é obrigatório em alguns estados brasileiros, portanto certifique-se se o hospital o executa. Caso contrário, procure um oftalmologista.

Sinais de Alerta

Muitas vezes crianças não conseguem traduzir o que estão sentindo, principalmente quando o assunto são os olhos. Por isso é importante conferir as seguintes precauções:

  • Se seu filho não acompanha o movimento de luzes e objetos.
  • Se seu filho mantém algum tipo de estrabismo após o sexto mês de vida.
  • Se seu filho sai com o olho branco em fotos com flash.
  • Se seu filho costuma voltar com dores de cabeça após a escola.
  • Se seu filho espreme os olhos quando tentar enxergar alguma coisa.
  • Se vocês pais, percebem qualquer alteração de anormalidade com os olhos dos seus filhos.

Se a resposta for “sim” para qualquer uma das suposições acima, você deve procurar imediatamente um oftalmologista.

Férias Escolares

Quando chegam as férias escolares todo mundo pensa em só uma coisa: descansar. Além disso, é um bom momento para colocar as coisas em dia também. Uma delas é a saúde das crianças.

Da infância à adolescência, não tem quem não passe horas na frente das telas. E durante o período das férias o uso desses equipamentos tende à aumentar consideravelmente.

Ficar muitas horas no computador contribui para dores de cabeça e aquela sensação de “olho seco” – que é seguida por uma interminável coceira no olhos.

Isso acontece porque quanto mais ficamos expostos à luz da tela piscamos menos os olhos.

Conclusão

A parte mais importante do desenvolvimento dos olhos acontece nos primeiros anos de vida. Por isso devemos estar atentos aos sinais de alerta, pois qualquer irregularidade nessa fase pode comprometer a saúde da visão.

Exames de rotina devem ser feitos periodicamente para prevenir e remediar os problemas rapidamente.

Uma simples consulta anual com o oftalmologista é suficiente para prevenir e tratar qualquer alteração ocular.

Comentários

Comentários

Entre em contato

Entre em contato conosco e agende uma consulta. Será uma satisfação atendê-lo(a)!

Acesse Agora